Conheça os diferenciais que tornam a Floresta Amazônica essencial para o planeta

A maior floresta tropical do mundo é considerada fundamental para o clima e combate ao aquecimento global

O papel da Floresta Amazônica no clima mundial e a importância da sua conservação já são conhecidos pela maior parte da população. Ainda assim, você conhece os processos e motivos para isso? Eles vão desde a economia regional até a regulação do clima.

Tamanho

Primeiramente, a Amazônia é a maior floresta tropical do mundo, com  4,1 milhões de km2, conforme a WWF-Brasil . Ela abriga um terço da biodiversidade do planeta, com abundância de plantas, árvores e animais. Populações indígenas também vivem na Floresta, a Amazônia Legal abriga 424 áreas e 115.344.445 hectares de terras indígenas delimitadas, de acordo com o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) .

Depósito de CO2

O processo de fotossíntese, realizado pelas plantas, faz com que a Floresta Amazônica seja um grande depósito de gás carbônico (CO2). No processo, ele é retirado da atmosfera, enquanto o oxigênio é liberado. O problema ocorre quando essas florestas são derrubadas, já que o CO2 armazenado é liberado na atmosfera.

O CO2 é um dos gases que mais contribui para o efeito estufa e aquecimento global. Por isso, a manutenção das florestas é fundamental, especialmente a Amazônia, como uma floresta tropical úmida. No entanto, o desmatamento avança. O último boletim do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) mostra que em abril de 2021  foram 778km² desmatados, sendo o maior número para o mês nos últimos dez anos.

Clima

A Amazônia é responsável por auxiliar na regulação do clima em diversas regiões. De acordo com um relatório do  IPAM, isso ocorre devido a processos como a evaporação e a transpiração de florestas, que ajudam a manter o equilíbrio climático fundamental para outras atividades econômicas, como a agricultura.

Além disso, a água dos rios é despejada no oceano, influenciando no clima e circulação das correntes oceânicas. No fim, é uma troca: as florestas garantem a manutenção do clima regional, de outro, o clima garante a sobrevivência das florestas, de acordo com a ONG WWF-Brasil.

Recursos Hídricos

Falando em rios, é impossível ignorar a importância da Amazônia no quesito recursos hídricos. Ao todo, 20% da água doce do planeta está concentrada na região Amazônica. A bacia amazônica é a maior bacia hidrográfica do mundo. No entanto, as florestas também são fundamentais para proteger os rios, evitando erosões, assoreamentos e garantindo alimento para vários organismos aquáticos, conforme relatório do IPAM.

Um dos principais atributos da Amazônia são seus rios (Foto Omer Bozkurt)

Economia

Além desses processos e benefícios da Amazônia para o mundo, ela proporciona muito mais, como substâncias utilizadas pela indústria farmacêutica e de cosméticos. Ela também é fonte de renda para populações, por meio do extrativismo, que desde que realizado de maneira sustentável é considerado benéfico.

Toda a diversidade e os atributos da Amazônia a tornam uma área potencial para o ecoturismo, assim como o etnoturismo, por meio da variedade cultural. Apesar de gerar empregos e renda, a atividade é apontada como incipiente na Amazônia pelo IPAM.

Outra atividade que pode ser realizada na região é a exploração madeireira racional. “A exploração racional não esgota o recurso, reduz desperdícios e, comparada a agropecuária extensiva, gera o dobro de empregos e paga salário quatro vezes maior”, explica o IPAM. O consumidor deve prestar atenção na Certificação Florestal, que assegura a proveniência correta da madeira.

Demais Atributos

Pelo seu tamanho e conservação, a importância da Amazônia é enorme para o planeta e diversas áreas. A preservação da floresta é considerada essencial para controlar o aquecimento global e seus efeitos devastadores, por exemplo. Porém, apesar de sua importância e grandiosidade, seu ecossistema local é considerado frágil. A floresta vive do seu próprio material orgânico, em meio a um ambiente úmido, com chuvas abundantes, conforme a ONG WWF-Brasil. “A menor imprudência pode causar danos irreversíveis ao seu equilíbrio delicado”, alerta a organização.

 

Referências: 

Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM);  WWF-Brasil.

 

 

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Assine nossa Newsletter!

Leia Também