Máquinas de água mudam a vida da população no nordeste brasileiro

O município nordestino de Peri Mirim, localizado na região norte no Estado do Maranhão, encontrou uma solução para resolver o grave e antigo problema com a qualidade e o abastecimento de água potável para a população.

A dura e inacreditável realidade da falta de água potável e dependência de poços artesianos, onde a água é geralmente salobra e inadequada para o consumo humano, vivida há anos pelos cerca de 15 mil habitantes de Peri Mirim e região, ganhou um novo capítulo.

Conforme estudo realizado pela Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Governo Federal, em parceria com a prefeitura municipal, em 2011 já era alarmante o problema. Uma publicação na imprensa em março de 2021 relatou o caos: “O desespero está tão grande que algumas famílias estão pegando água da chuva para amenizar a situação”

A iniciativa foi através do Nilson Oliveira, presidente da associação dos funcionários púbicos do município. Eles conheceram a máquina da água e deram jeito de trazer a solução para a cidade. Uma novidade desenvolvida no Rio Grande do Sul que fez da tecnologia uma aliada pra resolver problemas como este e ainda trazer sustentabilidade e uma economia de cerca de 60% para os cofres do município. Como resultado, a população conta agora com água 98% purificada e ainda deixa de descartar na natureza cerca de 4.500 garrafas plásticas por dia.

A SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL

Instalada na sede dos servidores públicos municipais a máquina abastece os galões da população, que antes eram cheios com água salobra ou tinham que aguardar por horas – e às vezes até por dias a chegada do carro pipa que é disponibilizado pela prefeitura.

Segundo dona Anita, moradora, “a água agora com essa máquina, além de ser boa, está fazendo uma diferença muito grande pra nós moradores, inclusive pra nossa saúde e para as nossas crianças”. A cidade conta já pensa em viabilizar mais máquinas, para o interior e para escolas.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Assine nossa Newsletter!

Leia Também