Poluição da água: principais causas e riscos

A água é o recurso mais importante para a vida na Terra. Mas embora mais de 3/4 do planeta sejam cobertos de água, estima-se que 97% desse total sejam formados pela água salgada dos oceanos. Além disso, cerca de 2% estão poluídos ou retidos na calota de gelo, deixando menos de 2% disponível para o uso humano.

Atualmente, mais da metade da população mundial não tem acesso à água tratada, própria para consumo, segundo a ONU. No Brasil, embora haja abundância de água, metade da população continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário. Uma vez que esse recurso natural se torna cada vez mais escasso, a poluição da água se mostra um problema muito grave.

Por conta dessa grande importância, criamos este artigo para alertar você sobre a poluição da água. Em seguida, confira as principais causas e riscos dessa poluição.

Conheça as principais causas da poluição da água

As principais causas de poluição dos rios, lagos e dos oceanos são as contaminações por poluentes e esgotos, devido à falta de saneamento básico e ao uso inadequado de lixo, esgoto, dejetos químicos industriais e mineração sem controle.

Com o desenvolvimento das sociedades, a intensificação do processo de industrialização e o uso cada vez maior de agrotóxicos no campo, as reservas hídricas encontram-se cada vez mais ameaçadas.

A poluição da água pode ser dividida entre fontes pontuais e não pontuais. As pontuais são aquelas facilmente identificadas, como um encanamento que despeja os poluentes de uma fábrica, por exemplo. E as fontes difusas ou não pontuais são aquelas que não têm um ponto de lançamento específico, como a infiltração causada por agrotóxicos ou pelo esgoto lançado diretamente nos córregos.

Cabe ainda observar que todo e qualquer poluente solúvel em água que tenha sido lançado no ar ou no solo acaba indo parar nos lençóis freáticos, lagos, rios, mares e oceanos. Desse modo, além dos poluentes jogados diretamente nos corpos d’água, as redes hídricas ainda recebem a poluição vinda da atmosfera e da litosfera.

Veja quais são os 4 tipos de poluição da água

1. Poluição sedimentar

O tipo de poluição mais comum nos corpos d’água é causado pelo acúmulo de partículas em suspensão. Ou seja: quando são vindas do solo pelo processo de erosão, desmatamento, extração de minérios e rompimentos de barragens, elas podem interferir no processo de fotossíntese da vegetação, bloqueando os raios solares.

Esses sedimentos também podem ser provenientes de produtos químicos insolúveis que absorvem e concentram os poluentes biológicos, os poluentes químicos e também atrapalham o processo de fotossíntese.

Poluição da água - principais causas e riscos- purificatta

2. Poluição biológica

Tipo de poluição provocada pelo lançamento de detritos orgânicos em esgotos domésticos e industriais, que podem ser direcionados diretamente à água ou se infiltrar nos solos e atingir os lençóis freáticos.

Os poluentes presentes nos esgotos são compostos de substâncias como carboidratos, gorduras, proteínas, fosfatos e bactérias, que se decompõem e causam desequilíbrio no nível de oxigênio da água, provocando a morte de peixes e outros organismos aquáticos.

Além disso, a alta concentração de nutrientes gerados pela degradação dos compostos orgânicos propicia a proliferação de algas que impedem a passagem da luz na superfície. Esse processo envolvendo a presença excessiva de nutrientes oriundos de produtos químicos se chama eutrofização da água.

Esses detritos também estão cheios de micro-organismos patogênicos, como bactérias, vírus, vermes e protozoários, que transmitem doenças como leptospirose, amebíase, febre tifoide, diarreia, cólera e hepatites.

3. Poluição térmica

Esse tipo de poluição ocorre quando a temperatura de um meio de suporte de algum ecossistema (um rio, por exemplo) é aumentada ou diminuída, causando impacto no meio ambiente, em função da redução dos níveis de oxigênio na água e da perda da biodiversidade.

Indústrias e usinas de energia são as maiores fontes de poluição térmica. Isso porque elas retiram água de uma fonte natural para realizar o resfriamento do maquinário ou utilizam a água no processo produtivo, devolvendo-a em maior temperatura ao meio ambiente.

Além disso, práticas danosas como o desmatamento podem causar poluição térmica, pois as árvores evitam que a luz do sol atinja diretamente lagos e rios. O desmatamento e a erosão fazem com que os corpos d’água sejam mais expostos à luz solar, e dessa forma, absorvam mais calor e aumentem a temperatura.

4. Poluição química

A contaminação dos recursos hídricos por produtos químicos geralmente é provocada por indústrias que lançam dejetos no meio ambiente sem o tratamento adequado. Além disso, ela pode ser causada pela contaminação do solo por uso de agrotóxicos.

Alguns dos poluentes mais comuns das águas são esgotos industriais e domésticos, plástico, petróleo, metais pesados, agrotóxicos e fertilizantes agrícolas.

Muitas indústrias, entre elas do ramo da produção de celulose, tecidos, tintas e solventes, eliminam metais pesados no processo produtivo, como mercúrio, chumbo e cádmio. A descontaminação exige um tratamento de resíduos adequado, que envolve um processo caro e demorado.

A poluição química causa grandes danos para a vida marinha nos rios e lagos, além disso, pode prejudicar animais que interagem com o ecossistema, como aves e animais que se alimentam dos peixes.

Além disso, pode causar o desenvolvimento de doenças e problemas graves de saúde nos seres humanos que entram em contato com a água contaminada.

Entenda a importância da água

A água é fundamental para a vida humana. Isso porque ela representa cerca de 70% da massa do nosso corpo humano e é responsável por vários processos que ocorrem em nosso organismo, como a digestão, circulação, o transporte de nutrientes, a regulação da temperatura, a eliminação de toxinas, a filtração renal, entre outros.

A água também é importante para a produção de alimentos, energia e bens industriais de diversos tipos. A poluição da água torna-a imprópria à vida, tanto vegetal quanto animal, e também para o consumo público, agrícola e industrial.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 80% das doenças que acometem a população dos países em desenvolvimento são provocadas pela água contaminada.

Poluição da água - principais causas e riscos- purificatta

Saiba como evitar a poluição da água

Para combater a poluição das águas, é preciso realizar o correto tratamento e manejo dos resíduos sólidos, promover medidas de controle e fiscalização e intensificar as campanhas de conscientização ambiental.

Algumas atitudes simples, mas que podem ser tomadas no dia a dia para ajudar a preservar os recursos hídricos:

  • Descarte o seu lixo de modo correto;
  • Faça a compostagem com os seus resíduos orgânicos;
  • Reduza o uso de agrotóxicos e pesticidas;
  • Prefira consumir alimentos orgânicos;
  • Não jogue remédios, cigarros, fraldas, absorventes ou qualquer outro lixo que contenha substâncias nocivas na privada;
  • Prefira garrafas de água reutilizáveis para reduzir o descarte de lixo plástico;
  • Não jogue tintas, solventes, óleos e outros produtos químicos diretamente no ralo;
  • Faça o descarte correto do óleo de cozinha, encaminhando-o para reciclagem;
  • Evite desperdícios e pratique o consumo consciente de água;
  • Lembre-se de fechar a torneira enquanto limpa a louça da pia ou escova os dentes;
  • Procure diminuir o tempo gasto no chuveiro durante o banho;
  • Ao lavar o carro, use um balde com sabão para tirar primeiro a sujeira, antes de enxaguar;
  • Utilize baldes ou cisternas para captar água da chuva e use-a para lavar o chão de sua casa ou regar as plantas.

Chegamos ao final do nosso artigo sobre poluição da água. Achou interessante este tema? Então fique de olho no nosso blog para mais conteúdos como este. Até a próxima!

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Assine nossa Newsletter!

Leia Também